José Luis Díaz (logo)

Español Español | English English | Português Português | 中文 中国

Videos

Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano


 Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano

Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano

Parte 1 de 3

Esta é a primeira das três partes deste documentário. Não é sobre som. É sobre a história do Cinema Norte-americano e como ela influenciou a obra de Martin Scorsese.

(Copyright Disclaimer: Under Section 107 of the Copyright Act 1976, allowance is made for "fair use" for purposes such as criticism, comment, news reporting, teaching, scholarship, and research. Fair use is a use permitted by copyright statute that might otherwise be infringing. Non-profit, educational or personal use tips the balance in favour of fair use." I do not own the rights to this movie excerpt, they belong to BFI, I am using the clip for critique and comment in a non-profit manner for educational fair use.)

Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano


 Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano

Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano

Parte 2 de 3

Esta é a segunda das três partes deste documentário. Não é sobre som. É sobre a história do Cinema Norte-americano e como ela influenciou a obra de Martin Scorsese.

(Copyright Disclaimer: Under Section 107 of the Copyright Act 1976, allowance is made for "fair use" for purposes such as criticism, comment, news reporting, teaching, scholarship, and research. Fair use is a use permitted by copyright statute that might otherwise be infringing. Non-profit, educational or personal use tips the balance in favour of fair use." I do not own the rights to this movie excerpt, they belong to BFI, I am using the clip for critique and comment in a non-profit manner for educational fair use.)

Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano


 Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano

Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Norte Americano

Parte 3 de 3

Esta é a terceira das três partes deste documentário. Não é sobre som. É sobre a história do Cinema Norte-americano e como ela influenciou a obra de Martin Scorsese.

(Copyright Disclaimer: Under Section 107 of the Copyright Act 1976, allowance is made for "fair use" for purposes such as criticism, comment, news reporting, teaching, scholarship, and research. Fair use is a use permitted by copyright statute that might otherwise be infringing. Non-profit, educational or personal use tips the balance in favour of fair use." I do not own the rights to this movie excerpt, they belong to BFI, I am using the clip for critique and comment in a non-profit manner for educational fair use.)

The Art of silence - Martin Scorsese


I found this video on the YouTube channel of Tony Zhou.
I found it very interesting and instructive. I asked him for permission to subtitle it into Spanish and he only asked me to name the source of the film.
So Tony Zhou, thank you very much.


 The Art of silence - Martin Scorsese

The Art of silence - Martin Scorsese

by Tony Zhou

Interview with Alfred Hitchcock


The TV channel Canal Encuentro broadcasted this interview with Alfred Hitchcock with subtitles in Spanish.
I was very interested in his views on how to tell stories. Where it almost doesn't matter the story itself but the way that story is told.
While he doesn't specifically talks about sound, I find his comments very timely and related to our daily job.
To me, this is listening to a Great Teacher and as such, everything he says, is very nutritious and interesting.


 Interview with Alfred Hitchcock

Interview with Alfred Hitchcock

From the TV show Telescope, with Fletcher Markle

Interview with Randy Thom


I found this video on the channel aniSecond .
I liked it because it talks about several things that usually nobody talks about. I asked for permission to subtitle it into Spanish. Their answer was possitive as long as we named the source.
So I meeting that requirement here.
I hope you like it.


 Interview with Randy Thom

Interview with Randy Thom

by aniSecond Video

Les Nuances de la Voix


Here's a short film from the director Gérard Corbiau that shows sound pressure levels (SPL) in the everyday life. Back in 1994, Gérard Corbiau directed the film "Farinelli (Il castrato)" . He is passionate about sound, music, dance and film.


 Les Nuances de la Voix

Les Nuances de la Voix

by film director Gérard Corbiau

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Nesta primeira parte do seminário que apresentamos na CAPER, dia 25 de Outubre de 2013, explicamos como e por quê decidimos gravar as vozes desta animação da maneira como fizemos.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 1 de 9)

Gravação das Vozes (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Nesta parte da conferência que apresentamos na CAPER 2013 repassamos o que foi uma das etapas difíceis de METEGOL: A Etapa de Animatic.
Além de focarmos o assunto dos ajustes de sincronia entre as vozes gravadas e as bocas animadas.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 2 de 9)

Esboços e Sincronias (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Nesta parte da conversa que tivemos na CAPER 2013 explicamos por quê os filmes são divididos por rolos, também chamados de Reels, durante a pos-produção (divisões de até 20 minutos). As uniões dos rolos que tinham continuidade de cenas de METEGOL foram problemáticas. Aqui falamos sobre isto.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 3 de 9)

Divisão por Rolos de Filme (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Esta é a quarta parte do seminário que apresentamos na CAPER 2013. O tema falado aqui é de como fomos recebendo as imagens da animação e as consequências de ter "mise en scènes" (postas em cenas) muito complexas do ponto de vista da montagem de ambientes e efeitos.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 4 de 9)

Imagens Finais, Ambientes e Efeitos (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Nesta parte da conversa que tivemos na CAPER 2013 falamos de parte da problemática das versões para outros países. Haviam personagens do filme cujas vozes na versão Argentina seriam as mesmas em outras versões (na versão "Castellana" - espanhol da Espanha ou na "Neutra").
Mas os atores que interpretam estes personagens foram gravados juntos com outros atores. Com as vozes se sobrepondo.
Além do mais, há termos que usam estes personagens da versão Argentina que não se encaixam com a linguagem e vocabulário de outros países que falam espanhol. Este foi outro problema para resolver.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 5 de 9)

Versões para outros países (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Nesta parte da conferência que demos na CAPER 2013 falamos do Foley, das dificuldades de fazer os passos tendo como referência imagens muito rústicas, de técnicas e efeitos para fazer com que as vozes dos macacos soassem grandes e corpulentas, etc.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 6 de 9)

Foley e "Macacos" (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Nesta parte da conversa que fizemos na CAPER 2013, Pablo Borghi, arranjador da música composta por Emilio Kauderer, nos conta o que ia acontecendo com a Música durante todo o processo.
Nos descreve como era o estúdio Air onde gravou com a London Symphony Orchestra e os progressos dos esboços feitos com sintetizadores e samplers até a gravação final com a orquestra.
E Diego Gat nos mostra o uso que fez do "Elastic Time" para melhorar a sincronia da música com a imagem.
Infelizmente o microfone de Pablo teve um problema e por isso, durante alguns minutos, é difícil entender o que ele fala. Por essa razão legendamos essas frases.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 7 de 9)

A Música (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Este é o final da nossa conferência na CAPER 2013.
Aqui falamos da quantidade de tracks, quantidade de horas, de semanas, etc, que tivemos na pos-produção de som de METEGOL.
Fazemos uma reflexão sobre o formato 7.1.
Breves comentários sobre os "Wallas" (ambientes de burburinho ou multidões).
E breves comentários também sobre os ambientes e efeitos gravados especialmente para a animação.
Nesta e na última parte, a nona, também se pode acompanhar o momento de perguntas e respostas.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 8 de 9)

Estatísticas e Desfecho (em Espanhol)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)


Esta é a última etapa da conversa que tivemos na CAPER 2013.
Os participantes fizeram perguntas muito interessantes.
Foram 3 horas e meia de conversa. Preparar o que dizer, preparar os exemplos a serem exibidos, coletar as informações, as fotos, os quicktimes, etc, foi um trabalho extenso onde colocamos a maior dedicação possível.
Espero que tenham gostado.


 Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

Como fizemos o som de "Time Show de Bola" (METEGOL)

(Parte 9 de 9)

Perguntas (em Espanhol)

Edição de Diálogos para Cine


Se começas a editar rápido, sem antes organizar teu trabalho, seguramente terás problemas mais cedo ou mais tarde. Este vídeo mostra alguns destes problemas.
Para obter mais informação sobre este tema, ver os capítulos 7 e 10 do livro "Dialogue Editing for Motion Pictures - A Guide to the Invisible Art - 2nd Edition" by John Purcell - Focal Press.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

(Lição 1 de 5)

Lição 1: Organização

Edição de Diálogos para Cine


Fazer com que uma cena seja contínua, real e sem saltos sonoros é o primeiro passo da edição, e os "room tones" são nossa principal ferramenta. Entretanto, é preciso resolver mais do que a continuidade dos ambientes de fundo para fazer crer no som (e nos diálogos). É preciso considerar a história e o caráter dos personagens para construir uma cena de maneira apropriada.
Isto é discutido com mais detalhes no capítulo 11 do livro "Dialogue Editing for Motion Pictures - A Guide to the Invisible Art - 2nd Edition" by John Purcell - Focal Press.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

(Lição 2 de 5)

Lição 2: Transições Básicas

Edição de Diálogos para Cine


Quando um clipe de uma transição tem um som que muda de tom ou volume, talvez não seria fácil encontrar o "room tone" necessário para resolver os ambientes de fundo de uma cena. As vezes é possível solucionar este problema aplicando um "reverse" no room tone. Atenção para que o clipe que esteja em reverse não tenha sons transientes como sons de pássaros, vozes ou buzinas.
Saiba mais sobre isso no capítulo 11 do livro "Dialogue Editing for Motion Pictures - A Guide to the Invisible Art - 2nd Edition" by John Purcell - Focal Press.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

(Lição 3 de 5)

Lição 3: O uso do "reverse room tone"

Edição de Diálogos para Cine


Não é difícil que o editor de imagem te entregue uma edição onde o som e a imagem são de diferentes tomadas. Ou que tenha uma imagem com mais de um fala de um personagem, mas de tomadas diferentes. Como editor de diálogos, é preciso entender o quê o diretor tentou fazer e depois trabalhar para melhorar o que foi feito.
Saiba mais sobre este tema no capítulo 11 do livro "Dialogue Editing for Motion Pictures - A Guide to the Invisible Art - 2nd Edition" by John Purcell - Focal Press.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

(Lição 4 de 5)

Lição 4: Igualando Planos

Edição de Diálogos para Cine


Nos filmes é possível ouvir os dois lados de uma conversa por telefone. A pessoa que vemos na tela falando e a pessoa no outro lado da linha (que não vemos). Há várias razões narrativas para fazer ou não fazer isto. E é o Editor de Diálogos quem deve construir a cena de maneira que todas as opções estejam abertas durante a mixagem.
Este assunto é discutido com mais detalhes no capítulo 12 do livro "Dialogue Editing for Motion Pictures - A Guide to the Invisible Art - 2nd Edition" by John Purcell - Focal Press.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

(Lição 5 de 5)

Lição 5: Edição de uma conversa por telefone

Edição de Diálogos para Cine


John Purcell fala em como organizar e administrar o tempo disponível para a pos-produção de som de um longa metragem.
Isto é parte de um curso que ministrou na Edinburgh Napier University.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

Administrando o Tempo

Edição de Diálogos para Cine


John Purcell faz uma introdução ao tema de Redução de Ruídos nos tracks de diálogos.
Isto é parte de um curso que ministrou na Edinburgh Napier University.


 Edição de Diálogos para Cine

Edição de Diálogos para Cine

Redução de Ruído

Foley do Perfume - História de um Assassino


Ótimo vídeo sobre o foley do filme "O Perfume - A História de um Assassino".
Explica coisas valiosas como a importância da expressão dos ruídos para realçar climas narrativos. Nele fala Frank Kruce, um MESTRE.
A tradução é de Catarina Apolonio.


 Foley do Perfume - História de um Assassino

Foley do Perfume - História de um Assassino

Normalização de Loudness


 Normalização de Loudness

Normalização de Loudness

(Parte 1 de 6)

(Legendas em espanhol)

Normalização de Loudness


 Normalização de Loudness

Normalização de Loudness

(Parte 2 de 6)

(Legendas em espanhol)

Normalização de Loudness


 Normalização de Loudness

Normalização de Loudness

(Parte 3 de 6)

(Legendas em espanhol)

Normalização de Loudness


 Normalização de Loudness

Normalização de Loudness

(Parte 4 de 6)

(Legendas em espanhol)

Normalização de Loudness


 Normalização de Loudness

Normalização de Loudness

(Parte 5 de 6)

(Legendas em espanhol)

Normalização de Loudness


 Normalização de Loudness

Normalização de Loudness

(Parte 6 de 6)

(Legendas em espanhol)

Edição do Diálogos


“Edição de Diálogos para Filmes” é uma série de lições em vídeo que tem o objetivo de mostrar o processo de edição de diálogos para filmes e ensinar o básico dessa função. A série é apresentada por John Purcell, ganhador do Premio Emmy e autor do livro “Edição de Diálogos para Filmes: Um guia a arte invisível” (Focal Press, 2007).

As primeiras seis lições têm uma informação detalhada do processo de edição de diálogos, assim como têm também explicações sobre como obter os materiais do editor de imagem, configurar eficientemente sua sessão de edição e trabalhar com “coberturas de som”. As futuras lições terão introduções “passo a passo” sobre como resolver muitos dos problemas mais comuns na edição de diálogos.

Tradução Português: cortesia de Simone Alves


 Edição do Diálogos

Edição do Diálogos

(Lição 1 de 6)

Esta lição tem informação sobre o processo de edição de diálogos. Aprenderão o que é que fazem os editores de diálogos e descobrirão as funções dos outros editores de som que trabalham num filme.

Edição do Diálogos


 Edição do Diálogos

Edição do Diálogos

(Lição 2 de 6)

A Lição dois explica de que maneira a edição de diálogos contribui para o sucesso da banda sonora do filme. Verão que os editores de diálogo trabalham para criar canais de som mais limpos, organizados e menos ruidosos, para facilitar o processo de mixagem e enriquecer assim a experiência de ver o filme. E aprenderão que os editores também ajudam a criar a sensação de profundidade e perspectiva nos canais, o qual incrementa o drama e ajuda a desenvolver os personagens do filme.

Edição do Diálogos


 Edição do Diálogos

Edição do Diálogos

(Lição 3 de 6)

Esta lição mostra algumas outras tarefas que faz o editor de diálogos, incluindo a preparação e edição das dublagens (ADR), verificação do sincronismo, preparação para a mixagem e a realização da banda internacional da banda sonora.

Edição do Diálogos


 Edição do Diálogos

Edição do Diálogos

(Lição 4 de 6)

Antes de começar a editar, devem obter certos materiais do editor de imagem. Começar a editar sem estes materiais provoca desastres futuros. Esta lição falará sobre esses itens essenciais.

Edição do Diálogos


 Edição do Diálogos

Edição do Diálogos

(Lição 5 de 6)

Uma vez que os materiais chegam do editor de imagem, necessitam colocar tudo em ordem. Esta lição mostrará o que fazer quando estes arquivos, diretórios e papéis chegam a sua sala de edição.

Edição do Diálogos


 Edição do Diálogos

Edição do Diálogos

(Lição 6 de 6)

Esta lição fala sobre as tarefas de organização restantes que devem ser feitas antes de começar a editar confortavelmente. Um vez feito isto, estarão prontos para começar a edição de diálogos.

"King Kong"


Encantadora série de filmes que mostram uma espécie de log de execução do filme "King Kong" de Peter Jackson. Assombra-me que a indústria cinematográfica de Nova Zelândia, pertencente a um país com uma população de apenas um décimo da Argentina, tem um tal desenvolvimento elevado.


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
30 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
Fase de coleta de sons.
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
23 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
Desenho e edição de som.
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
18 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
Dublagem ou ADR (Automatic Dialogue Replacement).
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
15 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
Sonorização ou Foley.
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
7 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
A Mixagem, parte 1.
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
6 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
A Mixagem, parte 2.
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
5 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
Composição musical, parte 1.
(Legendas em espanhol).

"King Kong"


 "King Kong"

"King Kong"

Diário do Pós-produção
4 semanas para estrear

Pós-produção do som do King Kong.
Composição musical, parte 2.
(Legendas em espanhol).

Randy Thom


Muito interessante entrevista de rádio a Randy Thom.


 Randy Thom

Randy Thom

(Parte 1 de 4)

Entrevista de Rádio (Parte 1 de 4).
(Legendas em espanhol).

Randy Thom


 Randy Thom

Randy Thom

(Parte 2 de 4)

Entrevista de Rádio (Parte 2 de 4).
(Legendas em espanhol).

Randy Thom


 Randy Thom

Randy Thom

(Parte 3 de 4)

Entrevista de Rádio (Parte 3 de 4).
(Legendas em espanhol).

Randy Thom


 Randy Thom

Randy Thom

(Parte 4 de 4)

Entrevista de Rádio (Parte 4 de 4).
(Legendas em espanhol).

Walter Murch


Nosso amado e respeitado Walter Murch.


 Walter Murch

Walter Murch

Palavras de Walter Murch

O extraordinário designer de som e editor Walter Murch, fala sobre os efeitos do som Eco y Reverberação.
(Legendas em espanhol).

James Horner


O músico James Horner e o música do Aliens.


 James Horner

James Horner

A música do Aliens

James Horner descreve o quão difícil foi o processo de composição e gravação da música de Aliens.
Neste filme James Horner conta como ele foi tratado durante seu trabalho.
(Legendas em espanhol).

John Williams


John Williams sempre foi para mim um modelo surpreendente de composição musical que engrandecia e servia o espetáculo cinematográfico. Eu sabia que ele era careca e cinza. Eu não sabia como sua voz era, se ele foi educado, se ele estava de cabeça quente, etc.
Eu achei esses filmes para me ajudar a conhecê-lo melhor.


 John Williams

John Williams

A música de "E.T. - O Extraterrestre"

O extraordinário músico John Williams fala sobre como foi a experiência de compor a trilha sonora de "E.T. - O Extraterrestre".
(Legendas em espanhol).

John Williams


 John Williams

John Williams

A música de "Guerra nas Estrelas" (Star Wars)

A saga do clássico de "Guerra nas Estrelas" (Star Wars) como pode ser visto a partir do musical.
John Williams fala sobre a composição da trilha sonora.
(Legendas em espanhol).

John Williams


 John Williams

John Williams

A música de "Memórias de uma Gueixa"

John Williams descreveu o quão especial foi para ele o processo de compor a trilha sonora de "Memórias de uma Gueixa".
(Legendas em espanhol).

"Os Incríveis"


"Os Incríveis" e seu trilha sonora.


 "Os Incríveis"

"Os Incríveis"

Interessantes observações estilísticas sobre a composição, orquestração e arranjos musicais de um filme que é montado nas estradas desenvolvida pela filmes do gênero de super agentes.
(Legendas em espanhol).

Javier Navarrete


O músico Javier Navarrete ea música de "O Labirinto do Fauno"


 Javier Navarrete

Javier Navarrete

Javier Navarrete convida-nos a conhecer o lendário estúdio Barrandov de Praga, onde ele gravou a música de "O Labirinto do Fauno".
(Em espanhol).